Moderninha pag seguro

Maranello On terça-feira, 18 de agosto de 2009






Este é o mais simples dos métodos:
deve-se desmontar a suspensão, retirar a mola, daí é só fazer o trabalho de cortar os elos (as voltas) da mola, e na parte aonde fica voltada para baixo é encapada por uma mangueira para evitar barulho.

Esse trabalho pode ser feito em qualquer mecânica. Na minha opinião esse é o pior tipo de rebaixamento, pois compromete a estrutura do carro, além do conforto pois o carro ficará "pulando".

E a respeito daquele tabu; Será que meu carro vai rachar? Esta é uma pergunta que faz muita gente acabar não rebaixando o carro, não irei dizer que isso não acontece porque estarei mentindo, acontece sim, até já vi acontecer num Gol de meu amigo, o carro era tão rebaixado que detonou a suspensão inteira (ele tinha cortado 3,5 elos atrás e 4,5 na frente),.

Isso ocorre quando o carro é muito baixo e acaba rachando naquela parte perto do capo, pára-brisa, ou então quando se tira as molas do carro ou costuma a andar em lugares ruins isso acaba ocorrendo, pois como todo carro, não está preparado para a modificação de suas características normais como cortar molas ou modificar a suspensão.


Presilhas:

Consiste em comprimir alguns elos da mola com uma máquina que funciona como uma prensa e após os elos ficarem juntos, amarrar, prender os elos com presilhas de pressão, é um método bem fácil de se rebaixar o carro, vários borracheiros já fazem isso por um preço bem acessível, basta você procurar.

O problema é:
Já pensou se a presilha solta? Seu carro sai voando! Esquentar Este é um trabalho mais na raça, o mecânico tira as molas do carro, aquece elas em um forno já preparado, e depois comprimi a mola aquecida até encostar uma com as outras, depois são soldadas para não baterem entre elas.

O conforto do carro será maior, porém corre-se o risco de as molas voltarem ao normal, já pensou se só uma das molas volta ao normal? Vai ficar bonito... de um lado vai ficar alto e do outro vai ficar rebaixado... Esse método pode ser feito sem a desmontagem do conjunto da suspensão.


Comprimir a mola:
Aqui desmonta-se toda a suspensão do carro, o mecânico irá tirar a mola e comprimir ela, ou melhor irá apertar ela, com um instrumento especializado para esse tipo de serviço e levadas para um forno aonde elas ficam por um determinado tempo com uma temperatura bem alta e depois são retiradas e imediatamente são resfriadas assim mantendo a compressão.

Esse método é muito parecido com o de Esquentar as molas só que neste utiliza-se o resfriamento da molas.

Trabalhar o telescópio:
Nesse caso o amortecedor fica menor do que o original. A haste é cortada e é colocada maior pressão no amortecedor. O resultado é um carro baixo, porém com um amortecedor com um curso normal, preservando o conforto e a segurança do carro.

Esse serviço é feito geralmente em carros que tiram mais de 2 elos. Abaixando o telescópio obtêm-se mais conforto do que só cortar os elos.


Alterar toda a suspensão:

Por esse método altera-se toda a originalidade do carro, tornando-o quase um carro de corrida. Seus componentes compreendem jogos de molas esportivas, amortecedores especiais, barras de ferro/aço colocadas de forma traspassada no motor, enfim um conjunto de mudanças que ao meu entender são desnecessárias para carros particulares ou de passeio.

A mudança é total, a suspensão é toda alterada, os amortecedores, as molas são todos trocados por outros chamados de "amortecedores esportivos" aonde as molas tem menos elos e o amortecedor tem um cursor bem menor.

Embora o custo seja um pouco desagradável, esse método é muito bom para quem pensa em rebaixar o carro com extrema segurança e garantia.

Apesar do custo Mexer na haste do amortecedor original: No Ford Ka pode-se cortar apenas um elo, o amortecedor fica original, e a rosca superior de fixação é aumentada em um torno mecânico e cortada a haste.

Assim o amortecedor sobe para dentro do carro juntamente com todo o conjunto amortecedor/mola. Esse meio deixa o carro confortável comparando em só cortar as molas.


Suspensão regulável de rosca:

Neste método consiste em trocar a suspensão original do carro por suspensão de rosca, onde você pode levantar e rebaixar o carro sem dificuldade, em apenas 20 minutos você regula a altura do carro.

Suspensão a Ar:
Este método é o mais caro de todos, devido ao seu trabalho de instalação, porém é o único que levanta e rebaixa seu carro em alguns segundos acionando um botão, já pensou?

Você está em uma rodovia com uma velocidade razoável,então você rebaixa o carro, saiu da rodovia você vai para uma estrada de terra cheio de buracos, então como andar com o carro rebaixado nessa terra?

Não se preocupe é só apertar um botão e levantar o carro. Com este método você pode socar o carro no chão como se ele estivesse sem molas,mas deste jeito é só para exposição, uma vez que as estradas do Brasil são horríveis!


0 comentários:

UOL WI-FI Peça o seu